DE TUDO UM POUCO 

MLCB©2011/2021-Maria da Luz Fernandes Barata e Carlos Barata 

Portugal 

©do sítio web detudoumpouco ©dos textos, os seus autores ©das imagens, as instituições e os fotógrafos mencionados 

As marcas de água não implicam obrigatóriamente a autoria ou propriedade do elemento apresentado 

SERENIDADE 

 

Sob o céu azul decorado com novelinhos brancos, a planície dourada ainda repousava. 

O silêncio entre os sobreiros, azinheiras, oliveiras e vinhedos que aqui e ali a decoram, era interrompido pelos trinados das andorinhas que aos poucos despertavam numa alegria incontida e por um ou outro chocalho que ao longe se fazia ouvir, deixando-nos imaginar o acordar tranquilo da vida na natureza. 

Nada mais. 

O ruído da nossa respiração só por si já era muito. 

Aos poucos, o dia iniciava a sua atividade sob o olhar atento dos primeiros raios de sol. 

E a planície, ela também, começava a despertar. 

No Alentejo! 

Doce Alentejo! 

   

25/09/2010